Skip to main content

EXÉRCITO CONVOCOU 322 RESERVISTAS PARA ‘EXERCÍCIO DE MOBILIZAÇÃO’

Palmas (TO) – O 22º Batalhão de Infantaria (22º BI) iniciou, na semana passada, a Operação Paranã, Exercício de Mobilização da Reserva da área do Comando Militar do Planalto (CMP). Um total de 322 reservistas do estado do Tocantins e de Brasília, que passaram para reserva a partir de 2016, foram convocados para participarem do exercício no 22º BI.

Após a realização de entrevista, os mobilizados considerados aptos foram reincorporados ao Exército Brasileiro. Durante os 10 dias em que permanecerão na caserna, passarão a ter os mesmos direitos e deveres dos militares da ativa. A operação está prevista para terminar, sexta-feira (23).

O coronel Carlos Gabriel Brusch Nascimento, Comandante do 22º BI, destacou a importância dessa atividade para a instituição e para a Nação: “A mobilização militar é apenas uma parte do processo de mobilização nacional para o caso de necessidade de convocação da reserva para as situações que atentem contra a soberania nacional. O contexto amplo envolve não apenas o Ministério da Defesa, mas também o das Relações Exteriores e o da Fazenda, o Gabinete de Segurança Institucional, entre outros”, ressaltou.

A mobilização militar, como parte integrante da mobilização nacional, consiste no conjunto de atividades planejadas, orientadas e empreendidas pelo Estado, desde a situação de normalidade, que complementam a logística militar.

Essas atividades são destinadas a capacitar as Forças Armadas para enfrentar situações de emergência, decorrentes de ameaças à soberania nacional, à integridade territorial e aos interesses nacionais, dentro e fora do território brasileiro, bem como situações de crise, como catástrofes e desastres naturais, dotando-as de todos os recursos adicionais: humanos, materiais, instalações e serviços.

O Comando de Operações Terrestres (COTER) prevê a realização de exercícios de mobilização de recursos humanos, com o objetivo de testar os planejamentos de mobilização e adestrar os quadros da reserva mobilizável, aprimorando, desta forma, a capacidade de mobilização terrestre.

Segundo o Comandante do 22º BI, anualmente, algumas Organizações Militares são selecionadas para a realização do treinamento: “No ano de 2020, o COTER selecionou três Guarnições, em todo o território nacional, para a realização do Exercício de Mobilização. Além de Palmas, Aracaju, em Sergipe, e Montes Claros, em Minas Gerais, foram destacadas para essa atividade essencial de mobilização nacional”.

Durante esse período, em regime de internato, os reincorporados receberão o fardamento; terão assistência médica e odontológica; e receberão instruções de reciclagem de armamento, munição e tiro, comunicações, topografia, técnicas especiais, utilização do terreno, maneabilidade, valores e ética militar, hierarquia, justiça e disciplina, dentre outras.

Essa reciclagem de conhecimento visa alcançar os requisitos mínimos de preparo da tropa, culminando com a realização de um Exercício de Adestramento no terreno com a duração de três dias.

A GENTE QUER TE OUVIR. SIGA-NOS EM NOSSAS REDES SOCIAIS

Instagram https://www.instagram.com/obsmilitarbr/

Facebook http://www.facebook.com/observatoriomilitardobrasil/

Twitter https://twitter.com/obsolinda

Youtube https://www.youtube.com/channel/UCRiaMDDQmUXI-YJqzkl1VWw?view_as=subscriber

Fonte: 22º BI

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: